23
Maio
2018
0
A importância de uma rede estruturada

A importância de uma rede estruturada


Criado: 23 Maio 2018 | Atualizado: 23 Maio 2018
Tamanho da fonte
pequena
normal
grande
Versão para impressão
imprimir
Lentidão, erros nos terminais e no banco de dados. É isso o que ocorre quando sua rede não está bem estruturada. Venha conhecer neste artigo nossas dicas acerca deste assunto.

O banco de dados do seu sistema (onde ficam registradas todas as informações cadastradas), fica armazenado em seu servidor de dados. Para que os terminais façam a leitura do banco de dados no servidor, é necessário trafegar os dados pela rede interna do estabelecimento. Em caso de falha durante esse percurso, é possível que os dados cheguem corrompidos ao destino, ou simplesmente não cheguem. Além disso, é fácil deduzir que - sem conexão com o servidor - todos os terminais param de funcionar.

Regra de ouro:
Nunca utilize Wi-Fi (rede sem fio). Apesar de sua praticidade, ela é prejudicial ao banco de dados, além de ser mais lento. Diferente da rede cabeada que possui uma comunicação direta e protegida, a rede sem fio envia “pacotes” no ar que deve ser captado pela antena receptora. Como o ambiente é carregado de obstáculos e outras interferências, os dados podem não chegar ao destino ou chegarem incompletos (corrompidos, no jargão de TI), afetando assim o sistema e o banco de dados.
Uma rede cabeada bem estruturada pode chegar a ser 10x mais rápida que uma rede wi-fi. Desta forma, se pretende montar uma rede de dados para sua empresa, a solução profissional recomendada sempre será a cabeada.

Faça investimento em seu equipamento de rede:
O Roteador e o Switch são os equipamentos responsáveis por distribuir a rede aos seus equipamentos. É necessário avaliar em sua rede qual o equipamento certo a ser utilizado, verificando o número de máquinas a serem conectadas no Switch, prevendo se novas máquinas poderão entrar nos próximos anos, e adquirir um único Switch com portas suficientes para atender todas as máquinas.

É comum encontrarmos nos estabelecimentos, roteadores de 4 portas conectados a outros roteadores, formando o que é chamado de “cascateamento de rede”. Esse tipo de rede precisa ser configurada corretamente, caso contrário alguns computadores não irão encontrar o servidor conectado em outro roteador.
Nossa recomendação é um único Switch interligando o servidor a todos os terminais, assim é garantia de comunicação rápida e estável.

Lembrando que um Switch muito velho ou defeituoso pode ser a causa de problemas de rede.

Ou seja, sua rede deve ser planejada de acordo com a sua necessidade e projeções de crescimento. O técnico de redes é o profissional que pode fazer este planejamento.

Outros itens a serem checados:
O roteador ou Switch é a principal ponte de comunicação entre os terminais e o servidor, porém não é a única. Para que essa comunicação ocorra tem nas extremidades a placa de rede, localizada em cada computador, e entre este e o Switch, um cabo de rede interligando-os.
A placa de rede precisa estar funcional e com seu driver atualizado no Windows.
O cabo de rede precisa estar protegido e não pode ter danificações visíveis.

O assunto pode se tornar complicado para usuários menos experientes, se houver dúvidas em relação ao assunto, o ideal é chamar um técnico especializado em rede para avaliar e localizar a causa principal do problema.


Avatar
Autor

Daniel Lima De Oliveira

O que é errado, é errado, mesmo que todos estejam fazendo. O que é certo, é certo, mesmo que ninguém esteja fazendo.

O que você achou desta informação?


Avaliação

Deixe sua avaliação
Comentários
0
Deixe seu comentário

 

Comentários

Faça parte da notícia, deixe seu comentário, expresse sua opinião.
E-mail protegido, também não gostamos de SPAM
Sua mensagem foi enviada com sucesso!